Como preparar minha equipe para a transformação digital na saúde?

Tempo de leitura: 4 minutos

Sabemos que as empresas no mundo de hoje não podem se fechar para as novas tecnologias e transformações digitais que estamos vivendo. Cada vez mais elas têm que buscar se desenvolver perante os acontecimentos para que elas evoluam no mercado, e isso não pode e nem vai parar, principalmente na área da saúde.

 

Porém, o investimento não pode ser apenas nas tecnologias e sim nas pessoas que vão coordená-las. Mudar o mindset dos colaboradores é algo extremamente essencial para que seu investimento dê certo.

 

Para que isso ocorra, é preciso que você reformule os processos internos e crie métodos para uma nova qualificação da equipe.

 

Por onde devo começar?

 

Por meio de cursos/capacitações. Os cursos, principalmente os ligados à liderança, são os que vão evoluir seus colaboradores os dando mais motivação, desenvolvimento de criatividade, autoestima, capacidade de trabalhar em equipe, e o preparo psicológico para lidar com qualquer adversidade que apareça no dia a dia.

 

Na saúde, as atualizações são muito rápidas. Dia após dia surge uma nova pesquisa sobre um assunto e por aí vai. Como a pandemia, onde os profissionais da saúde tiveram que se adaptar a uma nova realidade da noite para o dia. E uma pessoa bem preparada para essas situações e com o conhecimento para as novas tecnologias que surgiram nesse meio tempo, acabam se saindo melhor.

 

Os profissionais mais concorridos serão aqueles capazes de extrair o máximo de resultado de tecnologias, e aqueles que estão psicologicamente preparados para qualquer situação. Para isso, será necessário que o colaborador combine a experiência de negócios com conhecimento tecnológico e execução.

Para quem ocupa cargos mais altos, será fundamental ter a visão estratégica de qual solução tecnológica pode ser introduzida no seu departamento em algum momento. O gestor que não conseguir liderar a inovação tecnológica da sua área corre o risco de ficar para trás.

Como falado anteriormente, cabe à instituição oferecer aos colaboradores treinamentos internos específicos, demonstrando como a tecnologia vai ser aplicada nos diversos setores. Os melhores funcionários serão aqueles capazes de pensar fora da caixa e transformar o conhecimento em uma forma de  inovação.

 

Como acompanhar essas mudanças?

Como disse um colunista do The New York Times, Thomas Friedman: “A tecnologia está evoluindo mais rápido do que a capacidade humana”. E o que faz as pessoas quererem acompanhar a tecnologia? A vontade de querer aprender dia após dia. E o que diferencia as pessoas e empresas que mais crescem no mundo das demais? A capacidade de inovação e aderência à aprendizagem. 

É isso. 

Estar ao lado de pessoas que possuam essa garra de quererem sempre uma nova conquista a cada dia é um grande diferencial. São essas pessoas que fazem as demais áreas e principalmente as ligadas à saúde a evoluírem a todo instante.

Conclusão

Investir na capacitação profissional é importante não apenas para treinar e desenvolver as habilidades dos colaboradores, mas também para proporcionar um desenvolvimento saudável da própria empresa. Portanto, é fundamental investigar as necessidades da organização e criar programas de treinamento e desenvolvimento que atendam a essas demandas.

A definição clara dos objetivos a serem atingidos exercem um papel duplo nas empresas. E eles dão a direção a ser seguida e ao mesmo tempo servem como motivador das pessoas envolvidas e comprometidas com os resultados. 

Pensando justamente nisso, nós da Arkmeds, temos hoje a nossa plataforma de ensino EAD, Arkmeds Academy, focada em desenvolver as habilidades profissionais para preparar você e sua equipe para o que o mercado de trabalho exige.

Por meio de conteúdos de qualidade , baseados em experiências práticas e aprendizados em campo, preparamos profissionais para a realidade, abordando temas como Engenharia Clínica, Tecnologias Médicas, Gestão da Manutenção, Metrologia, Serviços de Saúde e Gestão Profissional. Ao longo deste artigo, vamos entender um pouco quais são esses ganhos e o porquê de sua importância para a instituição.

Ficou alguma dúvida?

Deixe nos comentários

 

Esse artigo é uma produção em parceria com a Arkmeds e CM Tecnologia.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *